domingo, 26 de maio de 2013

Bons Amigos

Se há coisa de que gosto de me gabar é dos meus amigos.
Não da quantidade, porque embora goste muito dos meus vários grupos, em cada um há talvez apenas 2 ou 3 pessoas que considero amigos próximos.
É que se tenho velhos amigos que cada vez mais se afastam e me desiludem, também há uns que continuam a conseguir surpreender-me pela positiva.

Eu sou uma mulher muito dada a dramatismos. Começo logo a pensar e repensar e a inventar cenários na minha cabeça quando ocorre alguma coisa que não aconteceu conforme o planeado.
Ainda antes de conversar com a pessoa que não foi de acordo com os meus planos, começo a sentir-me frustrada, abandonada e zangada com ela enquanto converso com a "culpada" na minha cabeça.
E depois sinto-me envergonhada quando essa pessoa me liga ou faz um gesto surpreendente que, correspondendo ao bom carácter da pessoa, ligam todas as peças do cenário e fazem com que todo o problema criado por mim mesma desapareça. Até porque na realidade nunca existiu..
Tenho simplesmente de acreditar no melhor das pessoas, principalmente as que adoro.
Sabe bem ter o privilégio de conhecer gente assim.

Com amor,
A Marquesa.

Sem comentários: