domingo, 26 de janeiro de 2014

Estar numa relação é difícil

Estar numa relação é díficil.
Fica-se com menos tempo para estudar.
Algumas vezes temos de dizer não a planos com amigos (porque já temos um date marcado).
A bateria do telemóvel acaba muito mais depressa.
Tens que ser apresentada aos amigos e à família e ficas mil horas a pensar no que vestir para essas ocasiões.
Existe o medo dos melhores amigos e família dele não gostarem de ti.
Ficas com menos tempo livre.
Os episódios de séries por ver acumulam-se.
Não te podes desleixar (muito) na depilação.
Se te esqueces de tomar a pílula o pensamento não vai ser "É só um dia, este fica para a reserva".
O aparecimento do período é uma ocasião feliz.
Sacrificas horas de sono, tanto quanto estão juntos ou distantes (poder conversar no skype sem interromper planos de família).
Eu e o D. no último dia de 2013
Gastas dinheiro em alguns dates ou a comprar-lhe miminhos.
Por isso, porquê? Para quê investir tempo e dinheiro nisto?
Porque de cada vez que o vês, voltam as borboletas na barriga.
De cada vez que o beijas as pernas ficam bambas.
Quando não está as saudades apertam.
Uma simples mensagem faz-te sorrir.
Um simples abraço faz desaparecer todos os teus problemas. 
Porque parece demasiado bom para ser verdade, parece mesmo que foram feitos um para o outro.
Vivem para fazer o outro feliz. Amam-se.
Por isso é que eu não consigo perceber aquelas pessoas que andam (não consigo chamar àquilo namoro sem amor.) só porque se sentem sozinhas. Que trocam de relações como de cuecas. Que o que interessa é ter um "troféu" para mostrar ao resto das pessoas.
Para mim só vale a pena "ter trabalho" com uma relação, se realmente não se sentir que é um sacrifício que se faz. Quem corre por gosto não cansa :)

Espero que tenham uma boa semana!

Com amor,
A Marquesa.

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Happy!

Estou super contente!
Hoje fiz o meu primeiro exame (sim só hoje), e ao contrário dos meus receios correu-me bem!
Ontem jogámos ao "Quem Quer Ser Veterinário" cá em casa, que consiste basicamente em trazermos perguntas sobre a matéria, fazer às outras pessoas e quem acertar tem direito a uma goma. Aquilo estava complicado para os meus lados, mas felizmente a professora só pôs uma ou duas mais complicadas e o resto era relativamente acessível.
Agora só me falta fazer os restantes 4 (o próximo é já 2ª), esperar que saiam as notas das duas cadeiras práticas e a deste. Este ano só uma das cadeiras foi por frequência por isso menos uma que fica na época de exames!
Espero não perder o ritmo nem a motivação!

O resto de uma boa semana!

Com amor,
A Marquesa.

domingo, 19 de janeiro de 2014

The Real Life Crisis

 Hoje no autocarro passei pelo estádio da Luz a cerca de meia hora do início do jogo.
 Como de costume estava uma enorme fila de adeptos a quererem entrar no parque do estacionamento e ainda mais já a entrar no estádio.
 Uma senhora que ia ao meu lado mandou logo o bitaite "Depois dizem que há crise!".
 Ora bem, por um lado eu percebo a perspectiva da senhora. A taxa de desemprego em Portugal é de 15,6%, o salário mínimo dá o poder de compra que dá e as coisas não estão fáceis para ninguém.
 Porém, salvo os casos em que acredito que umas aves raras sacrifiquem coisas mais importantes (saúde, alimentação, educação) para ir ao estádio todas as semanas, penso que não há mal nenhum disso.
 Eu não gosto nada de futebol. Sou do Benfica porque alguém decidiu que seria. Mas sei que há pessoas que vibram com aqueles 90 minutos de jogo e se for algo que as faça feliz e crie boas memórias porque não?
 E quem diz ir a um jogo de futebol também diz "fazer uma vaquinha" para ir ao cinema ver um bom filme ou comprar um bilhete para o concerto da nossa banda favorita. Levar as crianças ao jardim zoológico, a um teatro ou parque de diversões.
 Uma pessoa não é uma máquina que entra no modo de poupança e se sente na mesma. Se não comprometer coisas mais importantes acho que cada um deve aproveitar e ter uns certos "luxos" que o fazem feliz. Se forem imateriais como memórias e experiências melhor ainda!

Espero que tenham tido um óptimo fim de semana!

Cumprimentos,
A Marquesa.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Estudar em Bibliotecas

Estou orgulhosa de mim própria por esta época de exames.
Normalmente deixo todo o estudo para a última com muita procrastinação pelo meio!
Desta vez, combinei com uma colega minha irmos estudar para a biblioteca da nossa cidade natal. Assim consigo ter um estudo proveitoso durante o dia e depois estar mais tempo com os meus pais à noite.
O problema com estudar em casa é que tenho mil distracções... Seja a internet, televisão, a vontade de arrumar o meu quarto, a comida à disposição e jogos no tablet. Na biblioteca não tenho nada disso, para além de que ainda tenho ao lado alguém que está a fazer o mesmo que eu e conseguimos arranjar motivação ou ajuda para as dúvidas juntas.
O único senão é mesmo estar longe do meu namorado... Mas depois de amanhã já vou matar as imensas saudades que tenho dele!

E vocês, que estratégias usam para o estudo?

Cumprimentos,
A Marquesa.

domingo, 12 de janeiro de 2014

Lontras

Não me perguntem porquê, mas hoje apeteceu-me fazer um post sobre lontras.
Acho que toda a gente tem aquele animal super fofo pelo qual se derrete instantaneamente. Na minha lista desses animais também constam cães, lobos, pandas vermelhos, pinguins e ursos polares.
Aqui ficam uns gifs fofinhos com lontras:

Lontra bebé a aprender a flutuar e nadar
Um casal a dar as patinhas para não se separar durante o sono

E por último, o expecto patronum de uma das minhas personagens favoritas:


Espero ter alegrado um pouco o vosso dia!

Com amor,
A Marquesa.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Exame Oral

Hoje tive a minha primeira avaliação oral.
Valia 45% da nota da cadeira e consistia em saber os sinais, sintomas, causas e diagnóstico das várias patologias dos vários sistemas.
Estava super nervosa, quase que dancei o Single Ladies na "sala de espera" com umas colegas minhas porque estávamos todas numa pilha de nervos e tentávamos brincar um pouco com a situação.
Na primeira parte do meu exame fizeram-me perguntas sobre dermatologia, a área em que me sentia mais à vontade (com um pouco de endocrinopatias pelo meio) e correu-me bem.
O pior foi a seguir em que encalhei um pouco a descrever os graus de sopro cardíaco e testes do sistema musculo-esquelético.
Mas lá consegui passar (Uhuuu!), ao contrário de alguns colegas meus que estudaram ainda mais que eu mas provavelmente tiveram mais azar nas perguntas...

Agora estou numa pausa sem estudos durante este fim de semana e a seguir é começar a época de exames teóricos!
Juro que vou tentar ser mais eficiente e produtiva em termos de estudo este semestre! O truque vai ser ir estudar para bibliotecas em que não tenha internet (a maior distracção) e com outras pessoas no mesmo que eu que é para me sentir mais motivada por solidariedade!

Uma boa época de exames a quem os tem!

Cumprimentos,
A Marquesa.