sábado, 29 de novembro de 2014

Bati...

Ontem vinha a caminho de Leiria com a minha colega de faculdade que também é de lá.
Tivémos uma palestra dada por um professor da "Royal Veterinary College" e saímos às 18, o que não costuma acontecer.
 Não gosto de conduzir em hora de ponta, mas era 6ª feira, vinha para casa, ia ver o Salvador Martinha e depois estar com amigas minhas, incluindo uma que está a estudar em Espanha. Estava feliz.
 Saímos da zona de maior tráfego e estávamos a comentar como os carros parados nas filas das estradas ao lado pareciam luzes da árvore de Natal. Desviei o olhar para contemplar esta visão durante 1 segundo... E quando voltei a olhar em frente e vi carros parados não consegui travar a tempo de maneira a evitar a colisão.
 Ficámos bem. Hoje tenho uma ligeira dor de pescoço, mas de resto estou 100% bem. Do meu carro já não posso dizer o mesmo.
 Felizmente o senhor em que bati também ficou bem e o carro pouco danificado.
 Tive a maior sorte da vida por tanto o senhor, os polícias de trânsito e até o senhor do reboque serem super simpáticos e pacatos. Tive também imensa sorte por a minha amiga saber imenso sobre seguros e me dizer o que fazer naquele momento em que parecia estar a sonhar na minha cabeça e não conseguia parar de tremer.
 Estava com medo da reação dos meus pais, mas eles só queriam saber se eu estava bem.

Toda a gente me diz que acontece, que só quem não conduz é que nunca passa por isto, que o que interessa é eu estar bem.
Mas não consigo deixar de pensar naquele segundo em que desviei a minha atenção da estrada. 
Estava com pressa para ir ver o espectáculo e com as minhas amigas, se calhar se fosse mais devagar também o teria evitado.
Tantos "se"s...
Fui tão estúpida. E de pensar que pus em risco não só a minha vida, mas também a da minha amiga e dos condutores e passageiros à minha volta...


Espero que estejam a ter um fim de semana melhor do que o meu!



Com amor,
A Marquesa

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Orgulhosa de mim mesma

Já não se devem lembrar do "Clube dos Workouts", mas a verdade é que (tal como o meu namorado previu) este não durou mais que uma semana, pois começámos a ter avaliações.
 Eu lá continuei a fazer qualquer coisita. Mas frustrava-me não continuar algo de que eu estava a começar a gostar de fazer.
 Coincidência ou não, nesse mesmo post um comentário da A deu-me a conhecer o Blogilates.
 Gostei da simpatia e ânimo da Cassey Ho e quando descobri que ela tinha um calendário de 28 dias com exercícios para principiantes fiquei super entusiasmada com a ideia. Imprimi-o e comprometi-me a completar esse desafio, demorasse o tempo que demorasse.
 Esse dia foi hoje.
Em vez de 28, fiz em 44 dias. Houve semanas caóticas em que não consegui arranjar meia horinha que conseguisse dispensar.
Mas nunca desisti e estou orgulhosa de mim mesma.
 Agora vou em busca do próximo desafio, que descobri que adoro fazer este tipo de exercício físico, que me faz sentir mais enérgica e relaxada no dia a dia.



Espero que estejam a ter uma óptima semana!


Com amor,
A Marquesa

sábado, 22 de novembro de 2014

The Last Goodbye

Este mundo da Terra Média significa muito para mim.
Desde a minha mãe a contar-nos a história quando eu e o meu irmão éramos pequeninos, à primeira vez que vi os filmes, ao ler os livros (começando pelo Hobbit) e ao rever os filmes conhecendo melhor a história.

Este vídeo emocionou-me imenso, com o Pippin (agora com menos cabelo) a cantar a despedida.
As personagens, as paisagens e a luta pelo bem nunca sairão das minhas memórias.
Um imenso obrigada primeiro a Tolkien por ter criado e partilhado uma história tão bonita e ter criado um universo novo na imaginação de milhões de pessoas e a Peter Jackson e todos os envolvidos nos filmes que tornaram o mundo da imaginação "real".



Há por aí mais fãs d'O Senhor dos Anéis?



Espero que estejam a ter um óptimo fim de semana!



Com amor,
A Marquesa

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Semana do mau dormir

Esta semana foi muito desgastante.
Eu sou daquelas pessoas que precisa de dormir pelo menos 7h por dia para ter o cérebro a funcionar a 100%.
No Domingo dormi super mal nervosa com a avaliação que ia ter 2ª.
Segunda feira dormi mal por causa do meu Porquinho da Índia estar naquele estado.
Terça dormi mal porque ia várias vezes por noite ver se o meu porquinho ainda estava a respirar.
Quarta dormi mal porque com a ida do Muchu ao hospital e a operação dele fiquei sem tempo para estudar para o teste de quinta.
E Quinta (ontem) não dormi de todo porque foi a minha vez e de uma colega minha de fazermos o turno da noite no hospital da faculdade.
Juntamente com outras duas colegas do 5º ano ajudámos uma professora a medicar, monitorizar e fazer tudo o que fosse preciso nos internados.
Tivémos também uma gatinha super instável que acabou por não sobreviver à noite.

Só conseguimos dormir 1 horita, mas gostei da experiência. Enquanto que nas aulas práticas do hospital costumamos ser 20 alunos para 2 ou 3 animais, ali fomos 4 para 5. Deu para aprender o que é ter um animal ao nosso cuidado e praticar administrações e outros procedimentos.
Dormi mais 4 horinhas antes de viajar aqui para a terra e hoje à noite espero ter a minha primeira noite de sono reparador esta semana!



Espero que tenham tido uma boa semana!


Com amor,
A Marquesa

terça-feira, 18 de novembro de 2014

O meu bebé está doente

Não sei se se lembram da história do meu Porquinho da Índia.
Muchu todo "lambão"
 Desde Outubro que ele está a viver em casa do meu namorado e desde aí tornou-se muito mais sociável e mimado porque tem gente em casa muito mais horas por dia.
 Eu, com medo que os pais dele exagerassem, pedi para não darem nada sem ser feno e ração. Eu costumava dar 2 ou 3 vezes por semana um bocadinho de cenoura, alface, laranja ou maçã que ele adorava. Mas vi nas minhas pesquisas que não devia abusar na fruta devido ao alto teor em açúcar.
 Provavelmente foi esta demasia na proteção que fez com que o meu Muchu adoecesse.
 Desde o fim de semana que anda mais prostrado, quieto num canto da gaiola e desde anteontem tem comido e bebido em pouquíssima quantidade.
 Segundo as minhas aulas sei que um dos principais e mais comuns problemas destes animais são nos dentes. Como são roedores, os dentes deles são de crescimento contínuo. Se houver um crescimento demasiado (por não "gastar a dentuça") começam a ter dores. Com as dores vão deixar de comer e basta dois ou três dias para morrerem devido ao seu tamanho reduzido e sistema digestivo complicado.
 Consegui com imensa sorte marcar consulta para ele amanhã para um dos meus professores de animais exóticos.
 Estou é super ansiosa e assustada que já não seja a tempo!


Prometo aqui que se ele sobreviver a isto vou-lhe comprar montes de brinquedos e miminhos que lhe façam bem!



Espero que estejam a ter uma boa semana!


Com amor,
A Marquesa

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Quero ser mais vegetariana

Há já uns tempos que tenho procurado fazer refeições vegetarianas.
Seja em casa ou como opção quando vou comer fora.

Quando era pequenina dizia que quando fosse para a faculdade ia ser vegetariana. Que só não ia ser logo ali porque não era eu a cozinhar.
Bem... já estou no 4º ano e muito pouco mudou.

 Tenho colegas e até uma antiga amiga minha que são vegetarianas. Uma por convicção e as outras porque nunca gostaram especialmente de carne.
Ora, eu gosto de carne e não tenho assim tanta convicção. Para além de que já experimentei muitos alimentos alternativos à carne e são poucos os que me agradam, e só quando são cozinhadas por alguém que não eu (basicamente que saiba o que está a fazer).
 Por exemplo, hoje fui à Hamburgueria do Bairro com o meu irmão e o meu namorado e pedi um hambúrguer de Falafel só que só consegui comer metade antes de desistir por não aguentar aquele sabor.
 Mas ontem comi no Wok to Walk uns belos noodles só com legumes e extra cogumelos Shitake que são uma maravilha.

O meu objectivo é reduzir o consumo de carne e peixe. Vou começar por comer pelo menos uma refeição vegetariana por semana e no futuro quero ter um dia da semana em que não como carne nem peixe.
Para além da questão de ética sobre matar animais (que muitas vezes cuido) para me alimentar, também quero por uma questão ambiental (a indústria da carne é das maiores produtoras de Dióxido de Carbono) e porque também é benéfico para a minha saúde.
 O veganismo por exemplo já não me atrai. Hoje em dia se alguém não consumir ovos ou leite e derivados devido ao bem estar animal, tem já no mercado a opção de produtos em que é certificado (pela UE) que os animais vivem ao ar livre, por exemplo.
Espetadas de tofu

Já experimentaram alguma vez ou têm curiosidade sobre este estilo de vida alimentar?




Espero que a vossa semana esteja a correr bem!



Com amor,
A marquesa

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Love is... (III)

Vi hoje este texto sobre o que é estar apaixonado. 
Já há muito tempo que não encontrava um texto sobre amor com que eu me identificasse tanto!
Desde o "cascar" no Pedro Chagas Freitas (nunca li livros dele, mas os excertos que vejo no feed do meu facebook desagradam-me imenso) ao falar sobre o amor e a paixão em relações já duradouras.

(Imagem retirada do endereço da crónica)
"E depois a fé aumenta-se-nos através dos actos corriqueiros. Não são apenas as mensagens que inundam os telefones ou as paixões que se vão cumprindo entre os lençóis ou noutros lugares mais afoitos. Há tanta coisa que as palavras não dizem. Os toques, os cheiros, os olhares. Tudo se torna familiar. Tornamo-nos irracionais. Seja quando julgamos (erradamente) vislumbrar, ao longe, o alvo da nossa paixão ou quando um transeunte traz o mesmo perfume dela. Deixamo-nos abalar, agarramos no telefone e tentamos tocar naquele ser único só mais uma vez. Antes da próxima. E da seguinte."


Espero que estejam a ter uma óptima semana!


Com amor,
A Marquesa

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Os efeitos (cómicos) da analgesia

Hoje o meu namorado foi fazer uma endoscopia.
Já o ano passado tinha feito e, graças aos efeitos da sedação, ri-me muito à conta de umas sms super engraçadas e muitas vezes sem sentido.
 Este ano como não tive aulas pude fazer-lhe companhia ao hospital.
 Depois de acordar do procedimento lá foi ter connosco...
 Para além de dizer algumas coisas sem nexo, também ficava surpreendido por nem eu nem a mãe dele percebermos o "óbvio" que ele contava.
Por outro lado, mesmo ele já o tendo dito muitas vezes, derreti-me toda quando ele ainda todo "mocado" começa a olhar para mim especado com os olhos abertos, sorri e diz "Uau! És mesmo gira! Nós namoramos mesmo?".
 Passado 1 hora já estava normal e estivémos os dois a rir com os vídeos que eu filmei das conversas dele, que ele jurava não se lembrar!

 Enfim, foi um dia divertido!



Desejo-vos um óptimo fim de semana!


Com amor,
A Marquesa.

domingo, 2 de novembro de 2014

Superstições

Eu não sou uma pessoa supersticiosa.
Gosto de gatos pretos como dos outros, o número 13 só me recorda a mim mesmo que "ainda agora tinha eu 13 anos", um espelho partido é apenas perigoso para mim se estiverem fragmentos no chão.
Porém, desde que entrei para a faculdade, sinto que toda a sorte que puder atrair na véspera do exame pelo menos mal não faz!
 Não ando aí com patas de coelho nem trevos de quatro folhas. Tenho as minhas próprias superstições baseadas na experiência:

1. A caneta com que escrevo os resumos da matéria, tem que ser a mesma que levo para o exame.
Acho que é para o caso de ela ter melhor memória que eu...

2. Ir "feia" para o exame.
Já se sabe que a beleza não é inversamente proporcional à inteligência... Mas mesmo assim prefiro não ir com roupa nova ou mais pomposa para o exame para ver se incorporo melhor a nerd que há em mim.
Hobbes

3. O meu amuleto da sorte infalível.
Até agora, desde que o meu namorado me ofereceu um tigre de peluche (que chamo de Hobbes) e eu durmo com ele na véspera do exame, não chumbei a nenhum. Quero tanto que ele continue infalível que nunca o uso em mini-testes ou em frequências que sei que estou mal preparada. É a minha "arma secreta" da época de exames que me faz sentir mais confiante.




E claro, o que dá mesmo sorte é estudar a sério e não diminuir as horas de sono. É esse o truque com melhores resultados, garanto!
 Enfim, são esquisitices minhas, não levem nada muito a sério.




Espero que tenham tido um óptimo fim de semana!



Com amor,
A Marquesa