quarta-feira, 11 de maio de 2016

33 dias sem chocolate

Sempre me orgulhei de ser uma rapariga sem maus vícios. 
Nada de tabaco, álcool ou qualquer tipo de droga. Nunca senti a dependência que vi desde pequena em alguns familiares mais velhos. Acho que, assim como os efeitos para a saúde, foi ver como ficou um tio meu ficou quando tivémos que fazer voos de escala e passar mais de 8h entre aviões e aeroportos em que não se podia fumar, que me marcou e me fez nunca querer sequer experimentar aquela coisa que impedia quase o meu tio de pensar em qualquer coisa senão no próximo cigarro.
 Voltando aos dias de hoje:
Numa tarde de aulas, estava no bar a comprar uma sandes para o lanche, quando dou por mim a sentir uma urgência em sentir o sabor do chocolate nas minhas papilas gustativas. Não tinha fome nenhuma, mas não consegui resistir a comer um Kit Kat.
 Assim que o acabei de comer fiquei chateada comigo. Que é isto de comer algo cheio de açúcar e coisas más e gastar dinheiro (que os bares lá da faculdade não são nada baratos) porque não me consegui controlar? Não deveria ser eu a mandar?
 E foi assim que decidi propor a mim mesma passar um mês sem chocolate.
 Se calhar para algumas pessoas isto é banal, mas eu não me lembro de uma única semana em que não tinha comido chocolate. Costumava começar as minhas manhãs com Chocapic ao pequeno-almoço e sempre preferi lanches/sobremesas/snacks com chocolate.
 O meu namorado foi aconselhado pelo médico a deixar de comer chocolate devido a um problema de saúde e eu na altura pensei "se fosse eu não sei se conseguia".
 Mas foi tal e qual como o meu Di disse: só custa ao início.
 Na primeira semana quase que tremia e suava cada vez que alguém me oferecia algo com chocolate. Ainda me veio à cabeça o pensamento "se for mesmo só um bocadinho não conta", mas lembrei-me do porquê de o estar a fazer e não vacilei.
 É mesmo daquelas coisas que quanto menos se come, menos se tem vontade de comer. Tanto que o desafio foi durante o mês de Abril e só no dia 4 de Maio é que voltei a ingerir chocolate.


O próximo passo é controlar-me nas redes sociais. Também é um vício que me faz perder tempo útil e a que acedo sem pensar. Mas ainda tenho que analisar como o vou fazer.
 Também têm algum vício que gostavam de controlar mais?

O resto de uma óptima semana!

Com amor,
A Marquesa

3 comentários:

  1. Percebo-te bem! Também adoro o sabor do chocolate e até há pouco tempo não me conseguia controlar. Comia muito e depois sentia-me fisicamente indisposta. Mas desde que passei a comer muita fruta deixei de sentir desejo de comer outras coisas doces - aliás, passo no supermercado pelo corredor das guloseimas e já não sinto nada. É uma grande vitória, e a tua também :P

    ResponderEliminar
  2. Congratz honey! Aposto que conseguias o tempo que quisesses na boa!

    Your master;
    <3

    ResponderEliminar
  3. O primeiro vício não partilho. Como chocolate muito esporadicamente, não sou sequer especialmente fã. Já o segundo, irrita-me e chateia-me. Não sei se lhe chamaria um vício mas, pensando bem nisso, talvez seja mesmo. Irrita-me a quantidade de tempo que se perde, absolutamente inútil e sem levar nada de bom em troca!

    ResponderEliminar

Querido marquês ou marquesa, sente-te à vontade para "opinar" :)