terça-feira, 11 de novembro de 2014

Love is... (III)

Vi hoje este texto sobre o que é estar apaixonado. 
Já há muito tempo que não encontrava um texto sobre amor com que eu me identificasse tanto!
Desde o "cascar" no Pedro Chagas Freitas (nunca li livros dele, mas os excertos que vejo no feed do meu facebook desagradam-me imenso) ao falar sobre o amor e a paixão em relações já duradouras.

(Imagem retirada do endereço da crónica)
"E depois a fé aumenta-se-nos através dos actos corriqueiros. Não são apenas as mensagens que inundam os telefones ou as paixões que se vão cumprindo entre os lençóis ou noutros lugares mais afoitos. Há tanta coisa que as palavras não dizem. Os toques, os cheiros, os olhares. Tudo se torna familiar. Tornamo-nos irracionais. Seja quando julgamos (erradamente) vislumbrar, ao longe, o alvo da nossa paixão ou quando um transeunte traz o mesmo perfume dela. Deixamo-nos abalar, agarramos no telefone e tentamos tocar naquele ser único só mais uma vez. Antes da próxima. E da seguinte."


Espero que estejam a ter uma óptima semana!


Com amor,
A Marquesa

3 comentários:

Lua disse...

Adoro o teu blog, vou seguir!
Boa semana, querida!

P' disse...

Já tinha lido o texto em questão na íntegra e também gostei muito das palavras proferidas :)

r: mas passo-me, o problema é esse. É que todos os dias isto me mexe com o sistema nervoso e não é, de todo, saudável para mim!

Diogo Figueiredo disse...

Love is great when you get it back!

Your master;
<3