domingo, 2 de novembro de 2014

Superstições

Eu não sou uma pessoa supersticiosa.
Gosto de gatos pretos como dos outros, o número 13 só me recorda a mim mesmo que "ainda agora tinha eu 13 anos", um espelho partido é apenas perigoso para mim se estiverem fragmentos no chão.
Porém, desde que entrei para a faculdade, sinto que toda a sorte que puder atrair na véspera do exame pelo menos mal não faz!
 Não ando aí com patas de coelho nem trevos de quatro folhas. Tenho as minhas próprias superstições baseadas na experiência:

1. A caneta com que escrevo os resumos da matéria, tem que ser a mesma que levo para o exame.
Acho que é para o caso de ela ter melhor memória que eu...

2. Ir "feia" para o exame.
Já se sabe que a beleza não é inversamente proporcional à inteligência... Mas mesmo assim prefiro não ir com roupa nova ou mais pomposa para o exame para ver se incorporo melhor a nerd que há em mim.
Hobbes

3. O meu amuleto da sorte infalível.
Até agora, desde que o meu namorado me ofereceu um tigre de peluche (que chamo de Hobbes) e eu durmo com ele na véspera do exame, não chumbei a nenhum. Quero tanto que ele continue infalível que nunca o uso em mini-testes ou em frequências que sei que estou mal preparada. É a minha "arma secreta" da época de exames que me faz sentir mais confiante.




E claro, o que dá mesmo sorte é estudar a sério e não diminuir as horas de sono. É esse o truque com melhores resultados, garanto!
 Enfim, são esquisitices minhas, não levem nada muito a sério.




Espero que tenham tido um óptimo fim de semana!



Com amor,
A Marquesa

4 comentários:

P' disse...

Eu também não sou dada a superstições mas claro que há alturas em que uma pessoa precisa mesmo de toda a sorte do mundo e lá acaba por se render a algumas superstições na esperança de conseguir ter sorte eheh

Matilda disse...

Que engraçado xD Eu por acaso acho que não tenho nenhum "ritual" ou assim, mas tb nunca pensei mt nisso.
Boa semana Catarina :)

P' disse...

r: tens mesmo sorte então. Passo-me quando os médicos nos chamam de mentirosos porque simplesmente não estão para se chatear mais com os nossos problemas!

Diogo Figueiredo disse...

Hobbes never fails honey :)

Your master;
<3