domingo, 1 de abril de 2018

Animais da Blogosfera - Kazaar

Feliz Páscoa e sejam bem-vindos a mais uma rúbrica de "Animais da Blogosfera" aqui no blog. Este mês convidei a Rititi do blog "Rititi decidiu escrever" para nos falar um pouco do Kazaar, o seu cachorro amoroso. Para além do blog, também podem ler artigos da Rita mensalmente na Blogazine.




Olá Rita e muito obrigada por aceitares este convite. Na publicação em que anunciaste o Kazaar aos seguidores do teu blog, referiste que sempre foste dona de gatos. Com quantos gatinhos tiveste o privilégio de partilhar o lar?
Olá Catarina, antes de mais, obrigada eu pelo convite! É verdade, os meus pais chegaram a ter dois cães, mas eu era tão pequena que nem me recordo muito bem deles e como não tiveram um fim muito agradável (sofreram pela maldade humana!) os meus pais decidiram pôr um fim aos cães lá em casa. Mas com três filhas amantes de animais, não tardou a Estrela ir lá para casa, uma gatinha que durou 19 anos! Como herança, ficámos com um filho dela, o Augustini, gatinho que ainda vive na casa dos maus pais!

Como é que foi a surpresa do teu namorado para te oferecer este cachorro?
Nada previa a entrada do Kazaar na minha vida. O meu namorado sempre disse que não tínhamos as condições necessárias para a vinda de um animal de estimação cá para casa. Até que um dia ele chegou com um bebé de três meses ao colo e começámos a ser bem mais felizes, com o sentimento de finalmente termos um lar!


De onde surgiu esta paixão pela raça Bull Terrier?
Eu nem sei bem mas desde a minha adolescência que eu comecei a nutrir curiosidade sobre a raça, que se transformou em carinho, o qual gerou muito respeito e amor. Talvez por muitas pessoas associarem a raça a uma raça “má” (se é que isso existe), associarem a lutas, a cães agressivos. E os meus olhos não conseguiam ver nada disso. Até hoje!

Como tem sido a adaptação de viver com um cachorro em casa?
Acho que posso dizer que a nível geral as coisas boas superam em larga escala as coisas más. Roer umas pantufas aqui, fazer uns xixis além, ter pilhas Duracell sempre carregadas são coisas que acontecem mas não são nada comparado ao sentimento que nos transmite: amor incondicional. 


Quais as brincadeiras preferidas do Kazaar?
Claramente o Kazaar adora ter bonecos para morder e espatifar, coisa que a veterinária desaconselha firmemente devido à raça em questão. O objetivo não é que ele pare de morder mas sim que morda algo que não consiga destruir tão facilmente para não desencadear dentro dele algo mais instintivo. 

Mencionaste numa publicação que ele faz uma espécie de "birra do sono". Podes descrever estes episódios do teu patudo?
É muito engraçado teres prestado atenção nisso porque realmente é verdade; quando está mais cansado, ele desata aos pinotes, a querer abocanhar tudo, pés, mãos, joelhos, bonecos, mantas, salta para cima e para baixo e assim que o agarro e o aconchego no meu colo, é uma questão de dois ou três minutos para adormecer. 


Como reagem as pessoas quando conhecem o Kazaar, é um quebra-corações?
A minha mãe ia tendo um “ataque” quando soube que tinhamos um cão e qual era a sua raça. Mas assim que pôs os olhos em cima, não resistiu á sua doçura. Dá-lhe sempre beijinhos, comida, abraça-o, adora-o e já diz que não é nada do que aquilo que dizem sobre os Bull Terrier, pelo contrário. É altamente um cão de familia! 


Obrigada mais uma vez pela disponibilidade Rita. Se quiserem acompanhar  a Rititi e o Bull Terrier com a mancha coração no nariz mais querido do mundo, sigam-na no blog e no instagram.


Tenham uma óptima semana!

Com amor,
Catarina

10 comentários:

  1. Adorei a entrevista, nota-se o amor que tem ao Kazaar. Esta é uma raça que também adoro, são amorosos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, adoro o carinho com que a Rititi fala do seu patudo :)
      Beijinhos!

      Eliminar
  2. Que fofura! Até parece ter um coração no nariz :)
    Adorei a parte da birra do sono, tem personalidade!
    Gostei muito da entrevista*
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que parece um coração :) E essa especialidade dele é amorosa!
      Obrigada e beijinhos!

      Eliminar
  3. Minha querida, ontem não tive oportunidade de andar pela Blogosfera mas hoje vim logo espreitar o post! Ficou tão giro! Muito obrigada pela partilha, muito obrigada por também me ajudares a desmitificares a associação que as pessoas fazem à raça! Um beijinho :) *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico muito feliz por teres gostado :) Espero ter feito jus ao teu Kazaar e à vossa relação.
      Beijinhos!

      Eliminar
  4. Leio o blog da Rita e o Kazaar é um fofinho! Parabéns pela entrevista :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo a 100% com a fofice!
      Muito obrigada :)
      Beijinhos!

      Eliminar

Querido marquês ou marquesa, sente-te à vontade para "opinar" :)