terça-feira, 1 de outubro de 2013

Nós e os problemas

 Todos temos os nossos problemas. Uns mais graves do que outros. Mas o que para mim diferencia as pessoas é a maneira como reagem aos seus problemas.
 Tenho um amigo, por exemplo, que já passou por coisas horríveis. É daquelas pessoas que mesmo em situações sérias não consegue deixar de sorrir. A primeira vez que soube dos seus problemas (porque era impossível imaginar que eles existissem para alguém tão alegre), disse-me que a razão pela qual andava sempre tão feliz e despreocupado era: todos os nossos "problemas" do dia-a-dia para ele são insignificantes, pois sabe bem quais são os problemas a sério e que realmente merecem a sua preocupação.
 Por outro lado tenho várias pessoas as quais se nota perfeitamente quando algo se passa. Sinceramente acho que pertenço a este segundo grupo. Não me orgulho, porque às vezes quando ando ocupada e frustrada com coisas na minha mente acontece descarregar nas outras pessoas que culpa nenhuma têm. Por isso acho que não tenho o direito de me irritar quando o fazem a mim. 
 Mesmo assim o mundo seria bem melhor se, caso os outros não possam solucionar o nosso problema, o guardássemos para nós ou desabafássemos apenas com alguém sem o tom agressivo...

Um bom Outubro para todos,
A Marquesa.

1 comentário:

Vicky Buongiorno Principessa disse...

Infelizmente também pertenço ao segundo grupo embora lute todos os dias para pertencer ao primeiro ;)