sábado, 31 de outubro de 2015

Comer Sozinha (Forever Alone)

 Não sei porquê, mas sempre achei que comer sozinho num restaurante era um bocadinho triste.
 Para mim, a refeição é normalmente uma altura de conversa e partilha, portanto estar ali apenas com um prato de comida à frente e comer (a não ser ao pequeno-almoço que ainda está tudo ensonado) era-me um bocado estranho.
 Mesmo quando estou sozinha em casa, gosto de comer a ver televisão ou qualquer coisa no portátil.

 Esta semana não tenho aulas e fui estudar para um sítio novo. Por razões várias, a maneira mais prática de almoçar era comer nalgum restaurante perto.
 Estão a ver esta minha coisa parva na cabeça a dar-me toda uma ansiedade social, não estão?
 Na primeira vez fui a um restaurante/café de franchising por isso estava lá tanta gente que estar ali sozinha num canto não me pareceu assim tão mau. Da segunda vez fui a um restaurante pequenino vegetariano que já queria experimentar há uns tempos e, não só fiquei maravilhada com a comida (tenho que vos falar depois daquilo), como o ambiente era tão familiar que havia uma espécie de conversa entre o staff e os clientes, por isso foi muito tranquilo.
 Sei que é uma coisa tola da minha cabeça e que ir comer fora continua a ser, para mim, mais um evento social que outra coisa. Mas de certa forma também me dá a liberdade não depender de ninguém para ir experimentar sítios novos ou matar saudades de determinado prato.

Sou só eu com esta panca?

Esta senhora não tem a minha panca, está toda contente...


Bom Halloween/ Pão de Deus/ Bolinho!

Com amor,
A Marquesa

2 comentários:

Diogo Figueiredo disse...

So proud of my baby!
Podes ir a sushis sozinha e tudo sua doida!

Your Master;
<3

Alforreca disse...

R: Tenho imenso receio que isso aconteça a alguém perto de mim, porque deve ser muito difícil lidar com este tipo de vício...

Eu gosto muito de comer sozinha, escolher o que quero cozinhar ou pedir num restaurante, não depender dos gostos dos outros, como isso acontece poucas vezes, sabe-me sempre bem!