domingo, 3 de abril de 2016

As velhas borboletas

Na véspera de estar com ele é sempre a mesma coisa.
Fico com um nervosinho bom na barriga à espera que o tempo passe, pensando que finalmente vou voltar a sentir os braços dele à minha volta, inspirar o cheiro dele na curva do pescoço, percorrer o cabelo com os meus dedos e sentir os seus lábios ternurentos nos meus. Vou voltar a ouvir a sua voz doce, ver os seus olhos sorrirem e brilharem ao me verem e fazer de tudo para lhe arrancar gargalhadas.
Ao fim de quase 2 anos e 10 meses de namoro continua a ser assim, após semana e meia separados. E espero que as borboletas continuem a manifestar-se durante muito muito tempo.


Espero que tenham tido um óptimo fim de semana!

Com amor,
A Marquesa

1 comentário:

Diogo Figueiredo disse...

Amo-te tanto!

Your masster;
<3